A VIOLÊNCIA PSICOLÓGICA EM MULHERES EM SITUAÇÃO DE VIOLÊNCIA CONJUGAL À LUZ DA PSICOLOGIA E DA FILOSOFIA

Autores

Palavras-chave:

violência psicológica, violência conjugal, mulheres, psicologia, filosofia.

Resumo

A violência psicológica em mulheres que passam por violência conjugal é um fenômeno cada vez mais crescente em nossa sociedade e provoca diversos prejuízos a vida das mulheres que experienciam essa situação. Sendo assim, o objetivo geral desta pesquisa visa analisar as principais consequências da violência psicológica em mulheres em situação de violência conjugal. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, por meio de pesquisas nos sites de busca, SciELO, Google Acadêmico e o BVS-Psi Brasil, visando investigar a violência psicológica e conjugal à luz da legislação; conceituar e identificar como ocorre a violência psicológica e conjugal e as principais consequências para saúde das mulheres; analisar a violência psicológica em mulheres em situação de violência conjugal à luz da psicologia e da filosofia. Os resultados demonstraram que a violência psicológica é manifestada através de comportamentos como humilhação, controle, manipulação, isolamento, constrangimentos e insultos e estão associados a precedência e prevalência da violência física em mulheres que sofrem violência por seus parceiros íntimos, ocasionando prejuízos em sua vida que afetam a saúde psíquica, patrimonial e física das mulheres que passam por violência conjugal podendo levá-las à morte. Constatou-se que a violência psicológica é silenciosa e subjetiva, acarreta diversos prejuízos para as mulheres que vivenciam tal contexto, afetando significativamente as suas vidas. Palavras-chaves: violência psicológica, violência conjugal, mulheres, psicologia, filosofia.

Biografia do Autor

Solange Valença da Silva, UniEuro Brasília DF

Psicóloga Clínica e Hospitalar (UNEURO, 2022); Terapeuta em Applied Behavior Analysis (ABA) e em Abordagem Terapia Cognitivo Comportamental (TCC). CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/4298961141386037.

Mª Julia B. de Holanda, Revista Filosofia Capital; Centro Universitário Projeção de Brasília - UniProjeção.

Mestra em Educação (UCB, 2014), Especialista em Teoria da História e Historiografia (FAMEESP, 2022), MBA em Marketing Digital: Negócios, administração e direito (UNOPAR, 2022), Especialista em Gestão de Processos Acadêmicos (UniProjeção/DF, 2019), Especialista em Educação a Distância (SENAC/DF, 2007), Formada em Pedagogia (FacCECAP/DF, 2020), Formada em Filosofia (IESCO, 2006). Professora da Educação Superior desde 2007. Atualmente docente da Escola de Professores (EPROF) do UniProjeção/DF. Membro dos Grupos de Pesquisa: Ecologia dos Saberes, Transdisciplinaridade e Educação ECOTRANSD/DF; e Currículo e Interdisciplinaridade na Formação Docente/DF. CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/4298961141386037.

Downloads

Publicado

2023-12-29

Como Citar

da Silva, S. V., & de Holanda, M. J. B. (2023). A VIOLÊNCIA PSICOLÓGICA EM MULHERES EM SITUAÇÃO DE VIOLÊNCIA CONJUGAL À LUZ DA PSICOLOGIA E DA FILOSOFIA. Revista Filosofia Capital - ISSN 1982-6613, 19(25), 33–48. Recuperado de https://filosofiacapital.org/index.php/filosofiacapital/article/view/503